A- A A+

Os desafios e estratégias para contornar os reflexos da pandemia no turismo foram pauta da reunião entre a diretoria da Associação Visite Pomerode (Avip) e a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur). O encontro, realizado na sexta-feira (10) por videoconferência, também serviu para troca de informações sobre os projetos e ações em andamento com vistas à retomada das atividades do setor no estado.

- Todas as áreas da economia tiveram que se adequar, o mesmo ocorre com o turismo. Desde o início da pandemia estamos em contato com o trade, com as entidades representativas, por meio das Instâncias de Governança Regional, para juntos construirmos alternativas e sairmos dessa crise mais fortalecidos - destacou o presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari.

reuniao avip pomerode3 2

Uma das ações em curso, explanou Ferrari, é o programa Viaje+SC que foca no turismo regional. Em breve a Santur vai disponibilizar uma plataforma digital para dar visibilidade aos produtos turísticos dos municípios e regiões, de maneira a incentivar as viagens dentro do estado. - O turismo interno será uma das tendências pós-pandemia, porque as pessoas vão dar preferência ao que está mais próximo. Esse movimento é uma ótima oportunidade para impulsionar esse mercado - acrescentou. 

O presidente também informou que a Santur vem conversando com a Embratur para que os recursos destinados à  promoção turística sejam descentralizados, possibilitando que o próprio estado se encarregue dessa ação. 

A diretoria da Avip relatou que o município foi fortemente impactado pela pandemia a partir do cancelamento de eventos importantes como a Osterfest - celebração de Páscoa que resgata tradições germânicas. Outro evento que deixou de ser realizado foi o Festival Gastronômico de Pomerode, que aconteceria neste mês de julho. Já a realização da Pomerode Bierfest, agendada para novembro, ainda está em análise.

O presidente da entidade, Manfredo Goede, salientou que além do planejamento para o futuro a Avip está atenta em manter as boas referências do turismo de Pomerode, um dos destaques da região do Vale Europeu. - Entendemos que é importante mostrar ao público que continuamos trabalhando para manter a excelência dos serviços turísticos - disse.

Nesse sentido, uma das estratégias para sustentar a imagem positiva do destino, consolidada nos últimos anos, foi a campanha “O Cuidado nos Une”, que estabelece uma série de medidas sanitárias para incentivar o turismo seguro no município, conforme detalhou a diretora executiva da Avip, Rejane Goede.

 

Impactos da pandemia

Por conta da Covid-19, o maior evento do município, a Osterfest, foi cancelado poucos dias depois de iniciar, em março, gerando impacto considerável na economia local e regional. De acordo com Ivan Nugalli, empresário e membro da diretoria da Avip, a receita adicional gerada nas edições anteriores supera os R$ 15 milhões. “Isso representa cerca de 1% do PIB do município e tem um encadeamento econômico grande e importante, porque o dinheiro que entra com o turismo tem um giro rápido e local, o que é muito benéfico”, acrescenta.

Além disso, a Avip estima que a repercussão da Osterfest e da Osterbaum (árvore enfeitada com 100 mil casquinhas de ovos) gere R$ 2 milhões em mídia espontânea, inclusive com alcance internacional, especialmente pelo reconhecimento dos dois atrativos no Livro dos Recordes (Guiness World Records). Movida pelo otimismo, a Avip já começou a planejar a edição de 2021 da Osterfest, que deverá ocorrer de 11 de fevereiro a 4 de abril.

 

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: SANTUR | Tecnologia: Open Source | Acesso restrito